segunda-feira, 22 de agosto de 2011

amor?

Eu morro de inveja dessa gente que ama fácil.


O amor está na ponta da língua.
Basta um esbarrão no metrô e...

"EU TE AMO!"

nunca se viram,
não sabem seus nomes e no segundo seguinte
já nem sabem onde o outro foi parar...



Acho ótimo que muita gente por aí ame assim tão facilmente, que saia da sua boca essa declaração tão linda.
O meu amor, por outro lado, mora tão escondido, vive guardado nem eu mesma sei onde.
Há anos não sai um 'Eu te amo' da minha boca...
Enquanto tem gente que vive com isso na ponta da língua.

Vai saber...
De repente sou eu que estou certa não distribuindo 'eu te amo' por aí.
Já que amar, pra mim,
não é aquele sentimento que some assim que você leva um fora,
não é amor se um mês depois já está namorando outro,
não é amor se você está com ela não pelo que ela é, mas pelo que ela carrega no ventre...
não é amor.
Não é amor se depois do fim você não se importa mais com ela,
não é amor se ele se declarou no dia seguinte que te conheceu,
não é amor se você só está com ele pra dividir o aluguel,
não é amor se
não é amor
não é
amor
não.


É muito fácil dizer que ama,
difícil é suas atitudes corresponderem ao que você fala.
Economize as declarações e quando disser que seja verdadeiro.

1 comentários:

Luana C Cruz disse...

Você nem conhece o maluco e ele vem te chamando de amor! Vá tomar na cabeça! Quem você pensa que é pra me chamar de amor ? Vai amar sua familia, não eu! u_u Não gosto.

Postar um comentário

Comente!